Categorias

Newsletter

ANTES DA INCUBAÇÃO

Ainda antes da ave pôr o ovo, é fundamental que este esteja fecundado através do acasalamento da galinha com um galo para que desse ovo seja possível retirar um pinto.

Após a retirada do galo, a galinha em postura ainda pode pôr ovos férteis durante 15 dias!

Também é importante que o galinheiro tenha pelo menos as mínimas condições para que a ave coloque o ovo num lugar limpo e seco, aconselha-se a fazer um ninho (plástico, madeira, etc) colocando palha ou aparas de madeira no seu inetrior ou melhor ainda colocando ninhos em que o fundo fique inclinado permitindo os ovos rolarem para uma zona de segurança onde as galinhas não terão acesso aos mesmos, evitando que estas os sujem e danifiquem.

Para se obter um bom ovo para incubar as aves progenitoras têm de estar em boas condições de nutrição e saúde, contendo uma boa ração, cereais, muita verdura e agua limpa porque os seus ovos são constituídos por Clara de ovo que é a parte transparente da célula de ovo, que circunda a gema e é formada predominantemente por água e pela proteína albumina, contendo um núcleo triplóide que muitas vezes acumula reservas nutritivas, utilizadas pelo embrião durante seu desenvolvimento.

A coleta dos ovos deve ser feita pelo menos trez vezes ao dia, de seguida devem ser verificados um a um excuíndo ovos que se encontram picados ou rachados, sujos ou manchados de sangue, mal formados ou enrugados, ou que tenham forma e tamanho anormal. No caso de se encontrarem apenas com uma pequena sujidade, não se deve esfregar porque vai tapar alguns poros do ovo ficando na mesma as bactérias alojadas, para este caso aconselhamos mergulhar o ovo em Agua + IPOCLOR. Veja mais na categoria Acessórios Incubação - Complementos de Incubação.

Após a ave pôr o ovo, este deve ser colocado na incubadora até 10 dias e deve ser mantido em boas condições:

- Bico (ponta do ovo mais fina) virado para baixo.

- Temperatura entre 12 e 15°C

- Humidade entre 60 e 75%

Virar os ovos periodicamente, se estes não forem incubados dentro de uns 4 dias, vire os ovos para uma nova posição pelo menos uma vez por dia, até os colocar na incubadora, o ideal será colocar num sistema automático de viragem de ovos como se usa nas incubadoras.

NOTA: Deixe que os ovos frescos cheguem lentamente à temperatura ambiente antes de os colocar na incubadora. Aquecimento repentino de uns 12 graus para 37.5 graus, provoca a condensação de humidade na casca do ovo, o que leva a doenças e taxas de eclosão reduzidas. Ovos viajados, despachados por correio, etc... devem ser deixados a repousar no mínimo 12 horas com a ponta mais fina para baixo. Isto vai permitir que a bolsa de ar na ponta mais larga do ovo estabilize e volte ao sítio correcto.


SELECÇÃO DE OVOS PARA A INCUBAÇÃO

Acima de tudo quanto mais frescos melhor e ovos limpos (tendo sido coletados logo após a postura) casca com superfície suave, coloração forte e uniforme. Escolher ovos de tamanho médio (nem muito grandes, nem muito pequenos), bem formados e com a forma clássica do ovo. Nem demasiadamente arredondados, nem demasiadamente bicudos.


PREPARAÇÃO PARA A INCUBAÇÃO

Por mais que consiga obter ovos de excelente qualidade (com todas as condições para incubar) se não possuir uma boa incubadora (chocadeira) dificilmente vai conseguir a eclusão de todos os ovos, para este efeito aconselhamos as Octagon ou King Suro, Ver nas Categorias a secção de Incubadoras (chocadeiras). 
De seguida é fundamental ter um produto de limpeza e desinfecção da incubadora onde é necessário um rigoroso controlo de infecção, aconselhamos o KLORKLEEN, eficaz contra Bactérias, Vírus, Microbactérias, Fungos, etc... e um Mira Ovos (Ovoscópio) para visualização e retirada de ovos que não estejam férteis, evitando contaminar os restantes.



DURANTE A INCUBAÇÃO

Para atingir bons resultados na incubação artificial, é necessário uma boa utilização da incubadora.
Hoje, as incubadoras já estão bastante evoluídas, com viragem automática, controlo de Humidade e ainda com reposição de agua automática mantendo sempre o nível de Humidade estabelecida.

Se for possível, coloque os ovos com a ponta mais fina sempre para baixo. A temperatura inicial (durante a viragem) não deve ter grandes oscilações, para ovos de galinha, perus, patos, faisões, pavões, codornizes é de 37,5 ºCelsius em maior parte das incubadoras, tendo algumas melhores resultados com 37,7ºCelsius, nesta altura a Humidade deve-se manter entre os 45% e 55%.

Uns 6 dias antes da eclosão dos ovos, pode-se aumentar gradualmente a Humidade para 60% (não obrigatório) ficando os últimos 3 dias (altura em que para a viragem dos ovos) entre os 65% e os 70%. Não deve subir demasiado a humidade, pode acontecer a casca ficar mole de mais dificultando a saída do pinto!

Apenas em ovos de Pato e Ganso, aconselha-se a efectuar um arrefecimento dos ovos diariamente, caso a incubadora esteja preparada para o efectuar automáticamente, no caso das Ovaeasy não é necessário retirar os ovos para o exterior voltando a colocar ao fim de uns 30 minutos (conforme a temperatura do exterior) nos últimos 3 dias esta situação não se deve fazer.

O ideal é colocar os ovos a efectuar a viragem repetidamente de 1 a 2 horas (rotação de 90º) no caso de a incubadora ser automática, evita que se formem aderências do embrião à casca e favorece a circulação sanguínea. Caso seja feito manualmente, terá de os virar pelo menos de 12 em 12 horas.

Durante a incubação convém inspecionar os ovos com um ovoscópio, a primeira miragem ao 8º dia (sendo este o mais habitual para se verificar se os ovos estão férteis) e ao 14 º dia verificar se existem embriões mortos, retirando os ovos. Também nesta altura consegue-se observar as câmaras de ar... ficando com uma ideia, se a humidade está pouco ou muito elevada.

 

FORMAÇÃO DO PINTO

incubacao artificial


ACIDENTES DE INCUBAÇÃO

- Ovos pouco Galados - Excesso de galinhas para o galo - Galos velhos - Ovos velhos ou mal formados - Carência de vitamina E nos reprodutores - Temperatura de incubação incorrecta ou com oxcilações - Mau estado sanitário das aves - Problemas de Consanguinidade - Deficiência na viragem dos ovos - Humidade incorrecta ou com grandes oxcilações, principalmente durante os últimos dias (eclusão) etc...



APÓS O NASCIMENTO

Assim que o pinto nasce (ainda na nascedoura ou incubadora) não é aconselhado retirar antes das suas 24 horas até que fiquem bem secos, pois eles vão alimentar-se do saco vitelino podendo permenecer pouco mais de 48 horas, mas evitando muito além das 24 horas para que as aves não fiquem desidratadas causando doenças após alguns dias! De seguida coloca-los num local seco e limpo, se ficarem em um "estrado" em rede, para que não estejam em contacto com a sujidade será o ideal, também deverá haver uma lâmpada de infravermelhos, aquecedor a gás, eléctrico ou colocando resistências de aquecimento com um Termostato, pois eles necessitam de calor, a temperatura não deve passar dos 36º C após a 1º semana, depois convém ir baixando a temperatura gradualmente ( +/- 1 Grau por dia) até que á 6º semana esteja +/- em 20ºC no inverno e no verão geralmente após a 3º semana já não é necessário aquecimento.

Para a alimentação dos pintos deve começar logo no primeiro dia com a ração indicada que é a Farinha ou Migalha 104 onde tem todas as proteínas necessárias para o bom crecimento da ave. Pelos 20 dias de idade convém efectuar a desparasitação e apartir dai começar a misturar na Farinha 104 apenas um pouco de Farinha 115. Nesta altura também é necessário a atenção redobrada em alguma anomalia nas aves (principios de alguma doença) e é fundamental iniciar de imediato a medicação, se der conta já num estado mais avançado, vai acabar por gastar imenso medicamento, dinheiro, trabalho e a recuperação vai ser praticamente nula, além de na maior parte das vezes quando chega a adulto, nunca ficar um bom exemplar.

Se começar aparecer sangue nas fezes ou diarreia amarelada, normalmente é Coccidiose (costuma aperecer com alguma frequência) e terá de tratar de todos os pintos no local com a medicação apropriada, devido a ser uma doença contagiosa (Consultar Doenças e Tratamentos) limpar e desinfectar o local, comedouros e bebedouros, todos os dias.

IMPORTANTE: Se verificar que uma ave está doente, coloque o mais rápido possível num lugar afastado das restantes.



TEMPOS DE INCUBAÇÃO

GALINHA       -----------    21 DIAS
PATA             -----------    28 DIAS
CODORNIZ     -----------   17 DIAS
PATA MUDA  -----------    37 DIAS
PERUA           -----------    28 DIAS
FRACAS        -----------    27 DIAS
GANSA          -----------   34 DIAS
FAISÃO          -----------   24 DIAS
AVESTRUZ    -----------   43 DIAS
PAVÃO          -----------   28 DIAS